Salada: uma saborosa mistura de cores, sabores, texturas e aromas

Salada é uma preparação fria que mistura diferentes ingredientes que podem estar crus ou cozidos, acompanhados ou de não de diferentes molhos. Os ingredientes variam de hortaliças (legumes e verduras) às frutas, dos grãos, às sementes; das massas às proteínas (ovos, queijos, carnes, aves, peixes e frutos do mar). Tudo vai depender do seu gosto, imaginação e dinheiro para incrementar sua salada.

As saladas normalmente são ricas fontes de vitaminas, minerais e fibras. Mas também podem conter proteína, basta adicioná-la na mistura.

O consumo regular de saladas, geralmente tem dois empecilhos: “medo” de comer as hortaliças cruas e “preguiça” na hora do preparo.

Quero incentivar a deixar tanto o medo quanto a preguiça de lado e motivá-lo a comer diariamente saladas, das mais variadas e sentir na pele, no intestino e no peso o bem que elas fazem.

Quanto ao medo das hortaliças cruas, a higiene com hipoclorito é suficiente para reduzir a carga microbiana e tornar os alimentos seguros para consumo. Como fazer a higiene? Muito simples: lave todos os ingredientes em água corrente (as folhas devem ser lavadas com mais cuidado). Numa vasilha (de vidro ou plástico) coloque um litro de água filtrada e adicione uma colher de sopa de água sanitária (não é cloro nem alvejante), misture com uma colher de pau, em seguida coloque os ingredientes já lavados em água corrente e aguarde apenas 10 minutos. Depois enxague com água filtrada, e pronto. Você pode cortar, ralar, picar… Caso queira guardar na geladeira, deixe secar (no escorredor de macarrão) por alguns minutos. É tão rápido que nem dá preguiça. Experimenta!

Se preferir, você pode usar o hipoclorito pronto para a higiene das hortaliças na forma líquida eu em pastilhas, comprando nos mercados ou drogarias. Dê uma olhada no rótulo para se certificar das instruções.

Uma observação, muitas vezes as pessoas que estão em tratamento de quimioterapia são orientadas a não comerem salada crua. Mas isso é um cuidado preventivo extremo. Pois quando os ingredientes consumidos crus são higienizados corretamente, não há risco de contaminação. Por isso, as saladas cruas devem ser consumidas apenas em casa, para garantir que todos os ingredientes tenham a higienização correta. No entanto, se essas pessoas apresentarem febre e/ou vômitos, e/ou diarreia, a recomendação é não comer salada crua. Nesse caso, é importante comunicar ao médico, aumentar a hidratação, restringir qualquer alimento que possa piorar os sintomas gastrintestinais.

Bibliografia consultada

Instituto Nacional de Câncer. Guia de nutrição para pacientes e cuidadores. 3a ed. 2015. Acesso em 30 de dezembro de 2020. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//guia-de-nutricao-para-pacientes-e-cuidadores-web-2015.pdf

National Cancer Institute. Eating Hints: Before, during, and after Cancer Treatment. Acesso em 30 de dezembro de 2020. Disponível em: https://www.cancer.gov/publications/patient-education/eating-hints

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close